Doação dos parceiros levou alimento para viúva do pastor Jean e seus nove filhos

Viúva cristã socorrida na República Centro-Africana

Dama foi abençoada com a ajuda emergencial enviada graças às doações dos parceiros da Portas Abertas

Hoje compartilhamos a história de Dama, uma viúva cristã. A República Centro-Africana é um país do Oeste Africano, região que foi foco das intercessões no DIP 2022Apesar de a maioria da população ser cristã, o país ocupa o 31º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022 por causa da pressão de milícias políticas e ataques recorrentes de extremistas islâmicos a igrejas cristãs. Além do desafio da perseguição por causa da fé em Jesus, o país é um dos menos desenvolvidos do mundo, portanto, a cada mês é difícil manter o alimento e outras necessidades das famílias.

Dama é uma das cristãs afetadas pelos dois cenários. A perseguição foi o motivo da morte de seu marido, pastor Jean, em 2021. Ele serviu na igreja Cooperation Church por oito anos da vila Tiri e foi morto em um ataque de um grupo de rebeldes políticos, o FPRC (da sigla em inglês). A fome é outro problema presente, pois ela tem uma família grande, nove filhos, e conseguir um emprego e sustento é desafiador na situação atual do país. No vídeo a seguir você pode ouvir a oração de Dama em gratidão pela ajuda recebida:

Socorro presente 

As doações de parceiros da Portas Abertas permitiram que o alimento e as necessidades básicas chegassem à casa de Dama e seus nove filhos, testemunhando a provisão e cuidado do Senhor depois do ataque que levou o pastor Jean. Dama agradece a ajuda dos parceiros: “Nós não conhecemos vocês e ainda assim se lembraram de nós. Obrigada pelo amor de vocês que me ajuda a seguir adiante!”. 

A oração dela ao receber o alimento foi a seguinte: “Obrigada, Deus, por sua maravilhosa graça. O Senhor nos manteve vivos e permitiu que tivéssemos o alimento que precisamos. Pedimos que nossa refeição seja abençoada no nome de Jesus. Graças lhe damos, Senhor! Obrigada pelos irmãos que nos enviaram essa refeição. Pai, proteja a vida deles e que não falte o mantimento de cada dia em suas mesas. É nossa oração no nome de Jesus”.
 


Pelo projeto de microcrédito da Portas Abertas, Dama também conseguiu comprar um pequeno lote onde começou a plantar milho, feijão e outros cultivos de subsistência para ajudar a sustentar a família. Ela ainda se preocupa em como manter os filhos na escola, como protegê-los dos ataques e, principalmente, com os traumas das crianças que viram o pai sendo assassinado. Mas ela confia que, assim como Deus tem cuidado deles com amor por meio das doações no presente, continuará cuidando do futuro da família segundo sua maravilhosa graça.
 

um comentário

  • April disse:

    Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. In et ipsum sit amet ex pulvinar mattis. Pellentesque vitae purus viverra, aliquet lacus in, fringilla massa. Suspendisse ac est a nisi aliquet sollicitudin. Interdum et malesuada fames.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.